Mais lidas
Geral

Força nuclear americana na Europa depende do aprimoramento da bomba B61

.

Até 2020, as ogivas 180 B61 serão substituídas pelas B61-12. Foto: dailyairforce.com
Até 2020, as ogivas 180 B61 serão substituídas pelas B61-12. Foto: dailyairforce.com

Após a Guerra Fria, grande parte do armamento americano presente na Europa foi retirada, entretanto, a bomba B61 permaneceu. Com décadas de idade, a ogiva passa por uma modernização ou extensão de sua vida.

"Isso afeta toda a estrutura da força [nuclear] em questão, porque é baseada em aeronaves que entregam bombas. Então, estes precisam avançar", afirmou Miller na sexta-feira (22) a respeito do impacto caso os planos para substituir as bombas nucleares de gravidade B61 em campo na Europa pelas B61-12 atualizadas não avançarem.

Miller acrescenta que não espera interrupções no programa de modernização da bomba, e que até 2020, as ogivas 180 B61 serão substituídas pelas B61-12.

O primeiro teste de voo com uma bomba B61-12 foi feito em novembro de 2015, com uma ogiva inativa. O teste foi mal visto pela Rússia, a qual o definiu como provocativo.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber