Geral

Com 203 mil vagas, candidatos têm até sexta para se inscreverem no ProUni

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As inscrições para o ProUni (Programa Universidade para Todos), programa de bolsas para estudantes de baixa renda ingressarem em instituições privadas de ensino superior, começam nesta terça-feira (19).
O prazo para cadastramento para concorrer ao benefício vai até as 23h59 da próxima sexta-feira (22). As inscrições são gratuitas e acontecem exclusivamente no site do ProUni, a partir do qual o candidato poderá pesquisar a partir do nome da instituição, do curso ou da cidade desejada.
Para isso, os candidatos devem ter em mãos o número de inscrição e a senha do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015. Além disso, o candidato precisa ter participado do Enem de 2015 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado nota zero na redação.
Para a primeira edição do ProUni 2016, o MEC (Ministério da Educação) oferece 203.602 bolsas de estudo, entre integrais e parciais (50% de desconto), em instituições de ensino superior. No ano passado, o programa de início de ano ofertou um total de 213.113 bolsas -uma redução de 4% no total.
Em relação aos cursos, houve um aumento de 30.549 para 30.931. A graduação de medicina, por exemplo, está disponível em 82 municípios. Na cidade de São Paulo, há 48 bolsas para o curso, distribuídas em seis instituições de ensino.
As inscrições começam um dia depois da divulgação do resultado do Sisu 2016, sistema de seleção unificada para instituições públicas. A exemplo do Sisu, o candidato indica duas opções de graduação e, ao longo do processo, pode checar a nota de corte no curso indicado.
O MEC informou que 97 instituições de ensino superior que participaram do ProUni em 2015 foram impedidas de participar este ano porque tiveram nota de avaliação institucional inferior a 3 no IGC (Índice Geral de Cursos) e estão sob supervisão do ministério.
"A exigência de qualidade do sistema para participar do ProUni e do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) já atinge o total de 347 instituições, que estão impedidas de participar desses programas e sob supervisão do MEC", disse, em nota, o ministério.
A oferta de bolsas terá duas chamadas: a primeira será divulgada em 25 de janeiro e a segunda, no dia 12 de fevereiro. Após essa etapa, o aluno deve procurar a instituição de ensino escolhida e comprovar as informações prestadas no site do ProUni. Se não selecionado, pode indicar interesse em participar da lista de espera, no período entre 26 e 29 de fevereiro.
QUEM PODE PARTICIPAR
Estudantes de baixa renda podem solicitar uma bolsa do ProUni. Para isso, o aluno deve cumprir alguns requisitos: ter feito o Enem 2015; ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos (R$ 2.640).
O critério de renda, entretanto, não se aplica a professores da rede pública que desejam obter a bolsa para estudar em curso de licenciatura.