Mais lidas
Geral

Ibama manda fechar zoológico do Rio de Janeiro por más condições

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Constatando más condições no zoológico do Rio, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) suspendeu a visitação do público até que a administração do espaço se adeque às exigências do órgão.
O instituto aplicou multa diária de R$1 mil à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, à qual a Fundação Rio Zoo, que gere o zoológico, é subordinada.
O Ibama diz que encontra irregularidades no zoológico desde 2012, e que a fundação já fora notificada.
As principais irregularidades dizem respeito à densidade populacional nas instalações e à necessidade de obras estruturais urgentes. A inadequação da densidade populacional é especialmente grave em recintos que abrigam aves.
Os problemas estruturais constatados pelo Ibama incluem espaços de tamanho inferior ao que diz a legislação, ausência de áreas de abrigo e fuga e acúmulo de lixo.
OUTRO LADO
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente entrou com recurso para suspender o embargo de visitação determinado pelo Ibama.
A Prefeitura do Rio afirma que suspendeu a licitação das obras de readequação do zoológico porque publicará, na semana que vem, o edital para licitação da concessão da gestão e operação do Rio Zoo ao setor privado.
Segundo a Prefeitura, a vencedora terá que investir cerca de R$ 60 milhões em um prazo de até dois anos, priorizando a curto prazo as obras emergenciais de revitalização e adequação às normas vigentes.
"A reestruturação será feita em uma área de 120 mil metros quadrados, adotando um novo conceito de parque onde os animais não ficarão confinados em recintos exclusivos como é hoje. Serão criadas grandes áreas temáticas: primatas; aves; répteis, anfíbios e insetos; felinos e caninos; ursos; e savana; além de novas lojas e restaurantes."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber