Mais lidas
Geral

Troca de tiros deixa um morto e três feridos na favela da Rocinha, no Rio

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A manhã de natal desta sexta-feira (25) na favela da Rocinha, zona sul do Rio, foi marcada por uma troca de tiros por volta das 6h que resultou em uma morte de um morador. Outros três ficaram feridos e foram transferidos para o hospital Miguel Couto, no Leblon.
De acordo com o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, tudo começou na passarela que cruza a Autoestrada Lagoa Barra, via de conexão entre a zona sul carioca e a Barra da Tijuca, na zona oeste.
"Uma equipe policial que estava baseada na passarela que dá acesso à comunidade foi atacada, no fim da madrugada desta sexta-feira (25/12), por frequentadores que saíam de um baile. Foram arremessadas pedras e garrafas contra os agentes", informou a PM em nota.
Segundo a corporação, dois policiais ficaram feridos: um deles torceu o pé e o outro foi atingido por uma pedrada.
Houve então um pedido de reforço. Ao chegar ao local, de acordo com o comunicado, "apoio policial foi recebido à tiros disparados por criminosos da localidade conhecida como Roupa Suja".
Houve troca de tiros e o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) foi chamado ao local.
De acordo com a nota da PM, ao entrar na favela, os policiais do Bope encontraram um morto no trecho conhecido como Lixeira, situado na parte baixa do morro.
A troca de tiros causou a interrupção do trânsito dos túneis de acesso a São Conrado, bairro que faz fronteira com a favela da Rocinha, por onde passa a Autoestrada Lagoa Barra. O tráfego foi liberado por volta das 9h.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber