Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Jovem que estuprou mulher na Índia é solto antes por ser menor de idade

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O integrante mais jovem da gangue que estuprou uma mulher em um ônibus na Índia em 2012 foi libertado neste domingo. O caso chocou o país à época e volta a estimular o debate sobre a redução da maioridade penal.
O estuprador, que tinha 17 anos na época do caso, foi solto após cumprir a pena máxima de três anos de prisão.
A Índia reduziu a maioridade penal para crimes hediondos de 18 para 16 anos em maio, mas a nova regra não se aplica a este caso porque ele foi julgado pela lei anterior. Após o caso, a Índia passou a ter leis mais duras contra crimes sexuais
O ataque de 2012 foi realizado em um ônibus. O jovem e outros cinco adultos cercaram a estudante de fisioterapia Jyoti Singhde, 23, e seu namorado, agrediram os dois com barras de ferro e estupraram a mulher repetidas vezes. Depois, jogaram as vítimas em uma estrada.
A mulher morreu duas semanas depois devido aos ferimentos. Quatro dos criminosos adultos foram condenados à morte, enquanto o quinto se enforcou na prisão. A execução das penas ainda não foi realizada.
A polícia acusou o adolescente de ser violento e disse que ele tirou parte do intestino da mulher com as mãos.
Mais de cem pessoas, incluindo os pais das vítimas, protestaram em Nova Deli contra a libertação.
A Justiça de Deli recebeu uma petição para que o jovem recebesse uma sentença maior, mas a negou, pois a libertação está de acordo com a lei existente na época do crime.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber