Mais lidas
Geral

Promotoria entra com ação contra uso de verba das multas de trânsito em SP

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério Público de São Paulo ingressou com ação civil pública por improbidade administrativa da gestão Haddad (PT) no uso das verbas arrecadadas com aplicação de multas de trânsito na cidade.
Segundo a promotoria, o dinheiro não estaria sendo utilizado corretamente, gerando prejuízo de R$ 617 milhões. A legislação prevê que os recursos precisam ser usados exclusivamente em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.
São réus na ação o prefeito Fernando Haddad, o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, o secretário de Finanças e Desenvolvimento Econômico, Rogério Ceron de Oliveira, e o ex-secretário dessa pasta, Marcos de Barros Cruz.
Em nota, a Prefeitura afirma que os recursos foram aplicados corretamente, com transparência, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito e com as leis municipais.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber