Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Após abate de caça, Rússia restabelece exigência de visto para turcos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Rússia restabelecerá a necessidade de visto para cidadãos turcos entrarem no país a partir do primeiro dia do ano que vem, pondo fim assim a um regime de isenção de vistos entre os países, anunciou nesta sexta-feira (27) o ministro das Relações Exteriores do país, Sergei Lavrrov, durante entrevista ao lado de seu homólogo sírio, Wallid al-Moualen, em Moscou.
Como justificativa para a medida, Lavrov afirmou que a Turquia se tornou um canal para terroristas e que é relutante em dividir informações com Moscou sobre russos acusados de envolvimento com terrorismo.
A decisão vem em meio a uma escalada de tensão entre as duas nações depois que a Turquia abateu um caça russo que bombardeava rebeldes na Síria, alegando que a aeronave invadiu o seu espaço aéreo -o que a Rússia nega.
O episódio causou uma reação pesada da Rússia, que desde então restringiu viagens ao país -destino frequente para turistas russos-, deixou caminhões turcos presos em suas fronteiras e começou a preparar sanções econômicas. O governo russo deu a entender que um pacote de medidas neste sentido deve ser anunciado neste sábado (28).
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, se recusou a pedir desculpas pelo abate, afirmando que a aeronave havia voado por 17 segundos sobre território turco. Entretanto, Erdogan disse que tentou, em vão, entrar em contato com Putin por telefone para discutir a situação e afirmou que espera poder conversar com o mandatário russo durante o COP-21, que acontece em Paris no mês que vem.
Os dois países têm interesses díspares na guerra civil da Síria. Enquanto a Turquia faz parte da coalizão internacional que fornece armas e treinamentos a rebeldes que combatem as tropas do ditador Bashar al-Assad -quem os turcos querem fora do poder- a Rússia ataca estes grupos, visando a permanência de Assad, maior aliado de Moscou na região. Os dois países, entretanto, também atacam o Estado Islâmico -embora haja críticas sobre a relação dos turcos com a facção terrorista.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber