Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Soldados russos escrevem 'Por Paris' em mísseis contra Estado Islâmico

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os mísseis lançados nesta sexta-feira (20) pela força aérea da Rússia contra alvos do Estado Islâmico (EI) na Síria levavam mensagens como "Por Paris" e "Pelos nossos", mostra um vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa russo.
As imagens mostram um soldado russo escrevendo as mensagens nos mísseis antes que os caças decolassem da base aérea russa perto de Latakia.
"Pilotos e técnicos da base aérea de Jmeimim enviaram por correio aéreo uma mensagem aos terroristas", afirma o título do vídeo.
"Por Paris" se refere à série de atentados realizados há uma semana pelo EI na capital francesa; enquanto "Pelos nossos" é uma alusão aos 224 turistas mortos no final de outubro no atentado que explodiu um Airbus na península egípcia do Sinai.
O presidente russo, Vladimir Putin, admitiu nesta sexta que ainda resta "muito trabalho" pela frente.
"Os objetivos estão bem cumpridos. Mas isto é insuficiente para limpar a Síria de guerrilheiros e terroristas e proteger a Rússia de possíveis atentados terroristas", alertou.
A Rússia lança desde terça-feira ataques maciços contra as posições jihadistas na Síria, que utilizaram mísseis de cruzeiro com grande capacidade de destruição .
CIVIS FERIDOS
O governo da Turquia denunciou nesta sexta-feira que a Rússia feriu pelo menos 40 civis de etnia turca em bombardeios na Síria perto da fronteira de seu país e convocou o embaixador russo para exigir o fim de ataques que, considera, não ter nada a ver com a luta contra o terrorismo jihadista.
"Está muito claro: se as forças aéreas russas querem lutar contra o Daesh (acrônimo em árabe do grupo jihadista Estado Islâmico), devem fazê-lo contra o Daesh", condenou o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.
"Em primeiro lugar, estamos contra todo ataque contra civis; em segundo lugar, nos opomos a operações ao longo de nossa fronteira que podem causar um novo fluxo de refugiados; e terceiro, os turcomanos que vivem há séculos naquela região são nossos irmãos, como os demais sírios", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber