Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Estado Islâmico reivindica ataque que matou ao menos 12 no Iêmen

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta sexta-feira (20) um ataque contra o Exército do Iêmen na região de Hadramawt, que deixou ao menos 12 militares e 19 terroristas mortos.
Mais cedo, forças de segurança iemenitas atribuíram o ataque à Al Qaeda na Península Árabe, braço da rede terrorista na região.
O braço do Estado Islâmico no Iêmen atacou nos últimos meses os dois lados da guerra civil que atinge o país -a milícia xiita Houthi em mesquitas na capital Sanaa e as forças lideradas pelos sauditas com ataques suicidas em Aden.
O EI disse ter matado cerca de 50 soldados no ataque em um comunicado, averiguado pelo grupo de monitoramento de sites terroristas SITE. O grupo disse ainda que apenas um de seus combatentes morreu ao realizar um atentado suicida contra os militares.
Os terroristas atacaram dois postos de controle do Exército perto da cidade de Shibam. Um carro-bomba foi detonado quando uma patrulha do Exército passava pelo local. Segundo relatos de forças de segurança, os combates continuam na região entre as cidades de Shibam e al-Qatn.
A capital desta região, Mukala, está sob controle da Al Qaeda.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber