Mais lidas
Geral

Grupo abre fogo e mantém reféns em hotel na capital de Mali

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um grupo abriu fogo na manhã desta sexta-feira (20) no hotel Radisson, em pleno centro de Bamaco, capital do Mali. Segundo informações das agências de notícias, eles mantêm cerca de 170 pessoas reféns.
"Segundo nossas informações, duas pessoas mantêm 140 hóspedes e 30 empregados reféns", anunciou o grupo hoteleiro Rezidor, que administra o hotel, em comunicado.
Do lado de fora do hotel, que possui 190 quartos, era possível ouvir disparos de armas automáticas. A região foi cercada pela polícia.
Fontes das forças de segurança informaram à agência de notícias AFP que o ataque ocorre no sétimo andar e atribuiu a ação a terroristas. Até o momento, ninguém reivindicou a autoria e não há confirmação oficial.
Segundo a agência, os dois sequestradores entraram no hotel em um carro com placa diplomática.
Em 2012, vários grupos jihadistas vinculados à rede terrorista Al Qaeda tomaram controle de regiões no norte de Mali. Muitos foram expulsos graças a uma operação internacional militar lançada em janeiro de 2013 por iniciativa da França e ainda em vigor.
Neste ano, contudo, os ataques jihadistas se estenderam ao centro do país e, desde junho passado, atingem também a região sul.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber