Mais lidas
Geral

Esvaziada, Virada Esportiva leva tirolesa e sumô ao centro de São Paulo

.

BEATRIZ MONTESANTI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A nona Virada Esportiva começou neste sábado (24) com uma participação menor em comparação com as edições anteriores, segundo a percepção de seus organizadores.
Sem números consolidados sobre o público que passou pelo vale do Anhangabaú até a tarde deste sábado (24) -onde estão algumas das atrações mais populares do evento, como a tirolesa e o rapel-, a organização acredita que uma das causas da baixa frequência é o fato de o evento acontecer no mesmo fim de semana do Enem.
"A ameaça de chuva também pode ter desanimado algumas pessoas", comenta Karina Garcia, 27, uma das organizadoras da Virada. "Mas o movimento mesmo deve começar mais tarde", afirma.
A fila para a tirolesa, por exemplo, que já chegou a ter nove horas de espera em anos anteriores, tinha apenas 50 pessoas na tarde deste sábado. Nas demais atrações quase não havia espera.
Algumas mães também sentiram falta de mais atividades para as crianças. Uma das atrações mais curiosas era um ringue de sumô, em que crianças tentavam se equilibrar em roupas de espuma revestidas com lona, para simular as formas dos lutadores.
"Costumamos vir todo ano", diz a copeira Leia Soares, 43, moradora da região, enquanto observa seu filho golpear uma amiguinha com a barriga falsa. "Este ano está mais vazio, mas daqui a pouco começamos a encontrar o pessoal."
"É bom porque não tem fila, mas é ruim porque as pessoas não participam", completa Ludmila Macedo, 38.
Para elas, muita gente não fica sabendo do evento porque há pouca divulgação. "A gente soube que ia acontecer porque estamos perto", diz Ludmila.
Os promotores de venda Ruan Dias, Danilo Araújo, Cauana Souza e Ricardo Honda ficaram sabendo da Virada porque vendiam perfumes pelo centro. Mesmo trajando roupas sociais aproveitaram a hora do almoço para dar voltas no "vorbit" -estrutura de ferro que gira de acordo com os movimentos do corpo.
Entre as demais atrações do centro estão arborismo, slackline, quadra de basquete, mesas de pingue-pongue e parede de escalada. Para participar, basta apresentar um documento e fazer o credenciamento em um dos três pontos de atendimento que estão no local.
Há seis ambulâncias e 20 bombeiros na área para casos de emergência. A segurança é feita por uma empresa privada e por policiais militares dos três batalhões da região.
Organizada pela prefeitura, a Virada Esportiva oferece mais de 2.000 atividades gratuitas durante todo o sábado, até domingo (25), em 400 pontos de São Paulo. Além do Anhangabaú, há atrações no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, no parque Chácara Jockey e na praça Roosevelt, entre outros.
A programação completa está no site oficial do evento.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber