Mais lidas
Geral

Jovem sem nome na lista do Enem dá entrevista dizendo ter perdido prova

.

EDUARDO GERAQUE
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Portões fechados para as provas do primeiro dia do Enem e um jovem, afirmando ser um candidato atrasado, procura os jornalistas para dar declarações.
Ele defendia uma tolerância para quem não conseguiu chegar na hora. Afinal, o trânsito da capital paulista é sempre muito caótico.
O nome dado pelo jovem, Edgard Ricardo, não constava na lista de candidatos de uma das unidades da Unip da rua Vergueiro, na zona sul de São Paulo.
Ao fundo, era possível ver outra pessoa gravando a entrevista do suposto candidato ao Enem, que estava com um microfone escondido para captar o que os seus entrevistadores falavam.
O rapaz, em suas declarações, reclamou muito do trem que tomou desde Santo André, na região do ABC. "Estava muito lento", disse.
Na versão dele, ele havia saído às 12h15 para chegar na região de Vergueiro às 13h -tempo muito curto para quem precisava pegar mais uma condução até o local da prova. Não existe uma ligação direta, por trem, entre o ABC e a região do Centro Cultural de São Paulo.
Vários outros candidatos realmente perderam o primeiro dia do exame do Enem porque fizeram confusão com o endereço da prova.
Como existem vários prédios da Unip em quarteirões próximos, entre Vergueiro e Liberdade, quem chegou em cima da hora no local errado, não teve mais tempo para correr rapidamente entre alguns poucos quarteirões.
NOTA
Quem quiser saber a nota obtida logo após o exame pode utilizar o aplicativo Quero a Minha Nota, lançado pela Folha em parceria com a empresa de tecnologia educacional TunEduc.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber