Mais lidas
Geral

Aeroportos do Rio operam sem radar e voos atrasam mais de uma hora

.

LUIZA FRANCO
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um problema no sistema de visualização de radar no Rio de Janeiro obrigou dois aeroportos - Galeão e Santos Dumont - a funcionarem sem radares na noite desta terça-feira (20) entre 17h38 e 20h35.
O problema afetou passageiros no aeroporto Santos Dumont, que chegaram a esperar por mais de uma hora dentro dos aviões. Oito voos foram cancelados entre 16h45 e 20h. Outros cinco atrasaram.
Segundo a assessoria de imprensa do Santos Dumont, o aeroporto ficou fechado para pousos e decolagens entre 17h38 e 17h55 e, a partir de então, funcionou com um intervalo de dez minutos entre uma operação e outra.
Já o Galeão não registrou atrasos ou cancelamentos.
Segundo a Aeronáutica, responsável pelo sistema, a falta dos radares exige distância maior entre as aeronaves em voo e resulta em atraso de pousos e decolagens.
A Aeronáutica afirma ainda que a situação não compromete a segurança dos pousos e decolagens.
Segundo o coronel Adolfo Aleixo, na ausência de radares, operadores de voo controlam a posição dos aviões fazendo contato direto com os pilotos por meio de rádio.
Esta é a segunda vez em outubro que acontecem problemas técnicos nos radares do Rio de Janeiro. A Aeronáutica ainda apura as causas dos problemas e se há relação entre eles.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber