Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Chuvas na região deixam desabrigados e interditam estradas

.

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - As chuvas que atingem a região Sul do país neste feriado prolongado deixaram mais desabrigados e voltaram a interditar estradas neste domingo (11).
O Estado mais atingido é o Rio Grande do Sul, onde 4.400 pessoas tiveram de deixar suas casas, especialmente devido ao transbordamento de rios. O problema é maior na região metropolitana de Porto Alegre, onde o rio Guaíba alcançou seu maior nível em 48 anos, e no oeste do Estado, na fronteira com a Argentina, por onde corre o rio Uruguai.
Em Porto Alegre, a enchente do Guaíba, que alcançou o nível de 2,78 m, já provoca alagamentos em diversos pontos da cidade, inclusive na rodoviária, onde o acesso principal dos ônibus foi interditado.
Se o rio continuar a subir, há risco de alagamento em pontos do centro da cidade.
Em todo o Rio Grande do Sul, 12 trechos de rodovias estão interditados total ou parcialmente por causa de alagamentos ou rachaduras na cabeceira de pontes -a maioria na região metropolitana de Porto Alegre e na fronteira oeste.
Apesar dos transtornos, não houve registro de feridos, e não há cidades isoladas por causa das chuvas. Segundo a Defesa Civil, os rios começaram a baixar neste final de domingo (11), e a expectativa é que a situação melhore ao longo do feriado.
GRANIZO E DESLIZAMENTO
Em Santa Catarina, a Defesa Civil alerta para o risco de alagamentos e deslizamentos, especialmente no litoral norte e na divisa com o Paraná.
Em Urubici, na serra catarinense, um trecho da SC-110 estava com o trânsito interrompido na tarde deste domingo por causa de um deslizamento de terra.
No total, 28 cidades de Santa Catarina registraram danos por causa das chuvas de granizo e vendavais. Ainda na quinta-feira (8), uma pessoa morreu atingida por um raio, na cidade de Lebon Régis. Cerca de 700 construções foram danificadas, e 800 pessoas tiveram que deixar suas casas temporariamente.
No Paraná, chuvas com vendaval e granizo causam estragos desde quinta, quando 25 pessoas ficaram feridas no município de Ipiranga (sudeste do Estado).
Ainda há cinco pessoas desabrigadas ou desalojadas no Estado. Os temporais danificaram quase 3.000 casas em 19 cidades.
Neste domingo, continua chovendo na região Sul. A previsão do Cptec/Inpe é que as chuvas percam a intensidade nesta segunda-feira (12), quando devem ser registradas pancadas isoladas ao longo do dia.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber