Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Saúde lança cartilha sobre prevenção e controle de doenças transmissíveis

.

“Esta é a primeira vez que o Estado produz um protocolo com tamanho detalhamento. Ele vai ajudar muito no trabalho de identificação, investigação e controle de surtos no Paraná”, disse a coordenadora da Divisão de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Júlia Cordellini - AEN
“Esta é a primeira vez que o Estado produz um protocolo com tamanho detalhamento. Ele vai ajudar muito no trabalho de identificação, investigação e controle de surtos no Paraná”, disse a coordenadora da Divisão de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Júlia Cordellini - AEN

A Secretaria de Estado da Saúde lançou nesta terça-feira (6), em Curitiba, um importante instrumento para esclarecer a população sobre um grupo específico de doenças. A cartilha, que será distribuída em unidades de saúde do Paraná, apresenta de forma simples e didática dez doenças transmissíveis e muitas vezes esquecidas pela população e pelos profissionais de saúde.

O material traz informações sobre coqueluche (tosse comprida), sarampo, rubéola, síndrome da rubéola congênita, caxumba, varicela (catapora), síndrome da varicela congênita, paralisia infantil (poliomielite), meningite e tétano acidental. O conteúdo é focado no esclarecimento de seis itens: o que é, como se pega, como se prevenir, quais são os principais sintomas e características, o que a pessoa doente deve fazer e como se trata. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Eliane Chomatas, o objetivo é traçar um raio-x de cada doença e mostrar à população alguns aspectos que contribuem para o diagnóstico e tratamento precoce de cada caso.

“Trata-se de uma cartilha inédita produzida para alertar sobre algumas doenças com alto poder de transmissibilidade. O material destaca ainda a importância da imunização para prevenir tais agravos”, afirmou Eliane.

EVENTO – A cartilha informativa foi lançada na abertura da Capacitação em Manejo Epidemiológico de Doenças Imunopreveníveis, que reúne até quinta-feira (8), em Curitiba, cerca de 130 profissionais vinculados à rede pública de saúde. O evento conta com a presença de representantes das secretarias municipais de saúde, além de técnicos das regionais e serviços de saúde de referência no Estado. A programação aborda assuntos relacionados a aspectos clínicos, epidemiológicos e laboratoriais de uma série de doenças cujas vacinas estão disponíveis pelo SUS. Profissionais renomados do Estado estão entre os palestrantes.

NOVO PROTOCOLO – Na quinta-feira, o principal tema será o novo protocolo de Monitoramento das Doenças Diarreicas Agudas, elaborado pela equipe da Superintendência de Vigilância em Saúde. O documento sistematiza as ações e define as responsabilidades de cada setor da Saúde frente a ocorrências de surtos relacionados a doenças diarreicas agudas. “Esta é a primeira vez que o Estado produz um protocolo com tamanho detalhamento. Ele vai ajudar muito no trabalho de identificação, investigação e controle de surtos no Paraná”, disse a coordenadora da Divisão de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Júlia Cordellini.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber