Mais lidas
Geral

Natal tem 14 assassinatos em menos de dez horas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em um intervalo de menos de dez horas, 14 pessoas foram assassinadas na região metropolitana de Natal entre a noite de sábado (26) e a madrugada deste domingo (27).
Segundo a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, 12 pessoas foram mortas na capital e mais duas no município de Ceará-Mirim, que fica a 35 km de Natal.
Todas as vítimas, feridas por arma de fogo, são homens e têm entre 17 e 37 anos. Entre os mortos está um policial militar que trabalhava como segurança em uma padaria na zona norte de Natal, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado.
Ele foi atingido por dois homens que haviam se aproximaram em uma moto. Não se sabe se a ação foi planejada.
O policial morreu ao dar entrada no hospital. Outro PM que também trabalhava na padaria foi atingido pelos disparos e segue internado na UTI, com quadro estável.
Duas outras mortes estão ligadas ao episódio. Segundo informações do governo do Rio Grande do Norte, a Polícia Militar recebeu informações de que os suspeitos pelo assassinato do policial estavam escondidos em uma casa nas proximidades.
O imóvel foi cercado e houve confronto entre os PMs e os quatro suspeitos. Dois deles foram mortos, e os demais, detidos.
Uma das possibilidades com que a PM trabalha é a de que os incidentes estejam ligados a confrontos entre facções que comandam o tráfico de drogas na capital potiguar, mas a hipótese só será confirmada após investigação.
A secretaria de Segurança Pública do Estado afirma que o número de mortos está dentro da média para um fim de semana, mas classifica como preocupante o fato de os assassinatos estarem concentrados na região norte da cidade e terem ocorrido em curto prazo de tempo.
O governo diz ainda que houve redução de 21% nos homicídios em Natal entre janeiro e agosto deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, graças ao aumento das ações de prevenção da polícia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber