Mais lidas
Geral

Estudante de direito morre com um tiro em festa universitária em BH

.

LULY ZONTA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um estudante de direito morreu após levar um tiro no rosto durante uma festa universitária conhecida como Calourada, realizada em um bar na vizinhança do campus da Pontifícia Universidade Católica - PUC Minas, em Belo Horizonte, na madrugada deste sábado (8).
Segundo testemunhas, durante a festa no Bar do Rosa, no bairro Coração Eucarístico, Daniel Adolpho de Melo Vianna, 22, teria esbarrado no soldador Pedro Henrique Costa Lourenço, 29. Os dois começaram a discutir. Em seguida, o operário sacou uma arma e atirou no rosto do estudante.
Lourenço foi contido pelos participantes da festa, que reunia cerca de duas mil pessoas.
Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Ceflan (Central de Flagrantes da Polícia Civil) às 3h34, o pedido de socorro à Polícia Militar e ao Samu ocorreu à 1h37. Cinco minutos depois as equipes estavam no local e constataram a morte de Vianna.
Na Ceflan, o soldador afirmou ter posse de arma, mas segundo a assessoria da Polícia Civil, o documento não foi apresentado. Preso em flagrante por homicídio, Lourenço foi levado ao Ceresp (Centro de Remanejamento de Presos) Gameleira. As investigações seguirão a cargo da Divisão de Homicídios da Delegacia de Polícia Civil da Região Noroeste de BH.
O corpo do estudante foi encaminhado para o IML e liberado ao meio-dia. Ele será sepultado no Cemitério Bonfim, em Belo Horizonte, na manhã deste domingo (9).
Vianna não era aluno da PUC Minas. Cursava direito na Faculdade Pitágoras. Em nota, a PUC lamentou o fato e reiterou que a festa não era realizada pela Universidade. Era um evento em um bar nas imediações bastante frequentado pelos estudantes.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber