Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Candidatos a diplomata erram questão que apresenta Brasil como corrupto

.

FLÁVIA FOREQUE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os "altos níveis de corrupção" no Brasil e "a importância das relações pessoais" são desafios apontados pelo governo do Reino Unido para realizar negócios no país. Verdadeiro ou falso?
A afirmação -correta, segundo o gabarito oficial- é motivo de polêmica entre os concorrentes da prova do Instituto Rio Branco, para ingresso na carreira diplomática.
Em meio à investigação do maior esquema de corrupção no país, e do empenho do governo para evitar que o tema contamine a agenda do Executivo, muitos viram a afirmação com ressalvas.
"Marquei E [errado] pois achei pouco diplomáticas as afirmações", ponderou um candidato em fórum sobre a prova, aplicada no último fim de semana. "Deixei em branco com bastante convicção", disse outro concorrente.
No entanto, essas dificuldades, além da "complexidade do sistema fiscal" brasileiro, a "a alta carga tributária" e "as longas viagens e variações culturais" estão de fato listadas em site do Ministério de Comércio e Investimento do Reino Unido direcionado a potenciais exportadores.
De toda forma, a avaliação de candidatos e especialistas é de que o tema extrapola o conteúdo previsto no exame e não reflete o discurso oficial de ambos os países.
"A prova está, muitas vezes, desvinculada da atuação diplomática brasileira", afirma Priscilla Negreiros, professora de política internacional do cursinho preparatório Ideg. Para ela, o exame tem um nível de detalhamento "exacerbado".
"Esse item usa um documento unilateral e termina prejudicando o candidato que conhece o discurso diplomático", diz um candidato.
Professores do JB, outra escola focada no concurso de diplomata, também criticam a frase, vista como "politicamente incorreta". O candidato que marcou a sentença como certa, avalia o cursinho, adotou uma posição oposta ao que se espera dele: uma atitude diplomática.
Responsável pela elaboração das questões, o Cespe informou que os candidatos possuem "canal adequado para apresentação de argumentos" -a fase de recursos se encerrou na última quinta-feira (6). A previsão é que até o fim do mês seja divulgado o gabarito definitivo.
Procurado, o Ministério das Relações Exteriores disse que não comentaria a questão porque o concurso ainda está em andamento. Para a pasta, o conteúdo hoje cobrado no processo seletivo para a carreira diplomática é adequado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber