Mais lidas
Geral

Homem-bomba mata policiais durante oração em mesquita na Arábia Saudita

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelo menos 13 pessoas morreram nesta quinta-feira (6) em um atentado suicida contra uma mesquita que fica no quartel-general das forças de segurança em Abha, no sul da Arábia Saudita.
Segundo o Ministério do Interior saudita, um homem-bomba detonou os explosivos no momento em que recrutas e oficiais faziam a oração do meio-dia. Dos mortos, dez são policiais. Outras nove pessoas ficaram feridas.
Este é o ataque mais violento contra as forças de segurança sauditas nos últimos anos. Nenhum grupo terrorista reivindicou a ação até o momento, mas o principal suspeito é o Estado Islâmico.
A milícia radical sunita vem fazendo uma série de ataques no país, um dos mais seguros do Oriente Médio. No mês passado, a facção reivindicou a explosão de um carro-bomba que deixou dois soldados mortos na capital Riad.
Em maio, os extremistas atacaram duas mesquitas xiitas no leste saudita. O pior atentado foi no dia 22 em Kudeih e deixou 21 mortos. Uma semana depois, outras três pessoas morreram em ação contra um templo em Damman.
Como uma reação ao avanço dos extremistas, as autoridades sauditas prenderam 431 pessoas suspeitas de ligação com a milícia.
Em novembro, o líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, fez uma convocação à guerra contra a Arábia Saudita, que compõe a coalizão que combate contra a milícia no Iraque e na Síria.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber