Mais lidas
Geral

Taxista é feito refém e percorre cinco delegacias até registrar BO

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Depois de ficar uma hora e meia em poder de bandidos na noite da última sexta (31) e ser obrigado pelos criminosos a dirigir durante uma série de assaltos, o taxista Rodrigo Otávio Gomes, 31, percorreu cinco delegacias em seis horas para conseguir registrar na polícia o seu drama.
Ele só conseguiu fazer um boletim de ocorrência na manhã deste sábado (1º) na 5ª DP, no centro do Rio, por volta das 8h. Segundo o motorista, policiais alegaram que o sistema estava fora do ar. A Polícia Civil admitiu a falha no sistema.
Por volta das 10h, ele ainda aguardava o final da perícia no seu táxi.
Na noite de ontem, ele foi rendido por dois supostos passageiros na Lapa. A dupla roubou cerca de R$ 480 e dois celulares do taxista.
Armados, os bandidos ainda obrigaram Gomes a dirigir por mais de 30 km.
No percurso, a dupla assaltou pelo menos dez pessoas até o bairro de Quintino. De lá, os dois mandaram o motorista seguir para a Vila do João, uma das comunidades que integram o Complexo da Maré.
Assustado com a ação dos bandidos, ele decidiu prestar queixa por volta de 1h na delegacia de Campo Grande, bairro onde mora. Mas não consegui upor causa da falha do sistema. A partir daí, o taxista percorreu mais três delegacias nas zonas oeste e norte sem ter sucesso.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber