Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Parlamento do Irã inicia processo para aprovar acordo nuclear

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Parlamento do Irã começou nesta terça-feira (21) os procedimentos para analisar o acordo nuclear assinado com potências mundiais na semana passada.
Responsável iraniano pelas negociações nucleares sediadas em Viena (Áustria), o chanceler Mohammad Javad Zarif apresentou na manhã desta terça aos parlamentares uma cópia do tratado sobre o programa nuclear do país.
Em seguida, os legisladores estabeleceram um comitê especial formado por 15 membros que deve analisar o texto do acordo antes de ele ser votado em plenário.
De acordo com a Constituição iraniana, o Parlamento tem o direito de rejeitar qualquer tratado internacional. Contudo, é improvável que os parlamentares desaprovem o acordo nuclear, impulsionado pelo presidente Hasan Rowhani e apoiado pelo líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei.
O acordo também precisa ser aprovado pelo Conselho de Segurança Nacional do Irã e, finalmente, por Khamenei.
Segundo o acordo, o Irã limitará seu programa nuclear pelos próximos dez anos, sendo impedido de desenvolver uma bomba nuclear, em troca do alívio de sanções impostas pelo Ocidente, as quais vêm comprometendo a economia do país nos últimos anos. As sanções podem ser retomadas a qualquer momento, caso o Irã não cumpra com suas obrigações.
"Não estamos dizendo que o acordo é completamente favorável ao Irã. Toda negociação implica perdas e ganhos. Nós definitivamente demonstramos flexibilidades", disse Zarif.
Respondendo às preocupações de parlamentares linha-dura, céticos em relação ao acordo nuclear, Zarif afirmou que a retomada das sanções implicaria em um "custo alto" para as outras partes. "Caso as sanções sejam reimpostas, o Irã não será obrigado a manter seus compromissos", disse.
Nesta segunda-feira (20), o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) aprovou por unanimidade uma resolução que ratifica o pacto, comprometendo-se a suspender sanções econômicas caso se verifique que o Irã cumpriu com seus compromissos.
Neste domingo (19), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, enviou ao Congresso o texto do acordo nuclear com o Irã. A ratificação do documento deve passar por atritos nas duas câmaras do Legislativo, controladas pela oposição.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber