Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Após 50 horas interditada, pista da marginal Tietê é liberada

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A pista central da marginal Tietê foi liberada por volta das 5h deste domingo (19), após cerca de 50 horas interditada devido a um acidente com um caminhão que danificou a viga de sustentação da ponte do Piqueri, na zona norte de SP.
Por volta das 3h de sexta-feira (17), a caçamba de um caminhão colidiu com a ponte, fazendo o veículo entalar no local. A pista central no sentido Ayrton Senna ficou bloqueada desde então.
No acidente, uma viga de 17 metros de comprimento e cerca de 60 toneladas, foi danificada. Para fazer a remoção, foi preciso dividir a estrutura em três pedaços, que foram demolidos.
A viga de sustentação foi reposta por uma nova, mas a fabricação da mesma deve demorar cerca de duas semanas. Para evitar novos prejuízos ao trânsito, a obra vai continuar em outro local, podendo haver bloqueios programados durante as madrugadas.
CONTRA O RELÓGIO
A operação de furar e laçar a viga danificada começou por volta de meia-noite de sábado (18). O secretário Roberto Garibe, da Siurb (Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras), responsável pela ponte do Piqueri, descreveu o conjunto de medidas como uma "demolição controlada".
Com esse método, era possível liberar o trânsito embaixo da ponte mesmo antes de ela ser substituída.
Segundo a Siurb, foram usados equipamentos para escorar a ponte e para o corte e remoção da viga, além de um guindaste, uma retroescavadeira e um caminhão pipa. Segundo o secretário, o reparo na ponte deve custar cerca de R$ 1,2 milhão -valor que será cobrado depois da empresa responsável pelo caminhão.
A ponte do Piqueri faz ligação entre as avenidas Ermano Marchetti e General Edgard Facó, e tem 4,9 metros de altura no trecho onde ocorreu o acidente.
Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o caminhão ficou preso porque a caçamba levantou quando o motorista passava embaixo da via. O motorista foi levado pelos bombeiros para o Hospital das Clínicas.
A Siurb informou que, após o levantamento dos custos, a empresa será acionada para o ressarcimento do dano causado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber