Mais lidas
Geral

Dos 38 mortos em atentado em resort na Tunísia, 30 eram britânicos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério da Saúde da Tunísia informou nesta quarta-feira (1º) que identificou todas as vítimas do atentado cometido por Saif Rezgui, 23, na sexta-feira passada (26), em um hotel à beira-mar na cidade de Sousse.
Das 38 pessoas que foram assassinadas, 30 eram britânicas, segundo o diretor de serviços de emergência do ministério, Naoufel Somrani.
No dia 26, disfarçado de turista, Rezgui abriu um guarda-sol e retirou dele um fuzil Kalashnikov para abrir fogo contra os banhistas.
A ação foi reivindicada pelo Estado Islâmico, em comunicado divulgado pelo fórum de monitoramento do extremismo islâmico SITE.
Logo após o ataque, o presidente do país, Beji Caid Essebsi, reagiu afirmando que "o alvo do ataque é o coração da Tunísia", em referência à importância que o setor turístico tem na economia do país.
Ele também anunciou que "o Estado adotará medidas dolorosas, mas necessárias" para evitar novos atentados.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber