Mais lidas
Geral

Governador de Goiás decreta luto de 3 dias por morte de Cristiano Araújo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Diante da consternação causada pela morte de Cristiano Araújo, especialmente em Goiás, onde nasceu o cantor, o governador Marconi Perillo (PSDB) decretou nesta quarta-feira (24) luto oficial de três dias no Estado.
Ele justificou a medida com argumento de que o sertanejo, com uma carreira consolidada há muitos anos em Goiás, sempre procurou divulgar a cultura do Estado no restante do Brasil, através de seus shows.
O tucano esteve no velório de Cristiano e da namorada dele, Allana de Moraes, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, na manhã desta quinta (25). Nas eleições de 2014, o músico gravou um jingle para a campanha de Perillo.
O corpo do cantor chegou ao velório por volta das 18h20, cercado por familiares. Uma legião de fãs acompanhou a cerimônia.
Três batalhões da Polícia Militar de Goiás foram mobilizados para fazer a segurança do local.
Os sertanejos Guilherme, da dupla Guilherme e Santiago, Israel Novaes, Ricardo e Thiago e o cantor Mariano, da dupla com Munhoz, também estiveram no velório.
Cristiano voltava de um show em Itumbiara (a 200 km de Goiânia) com Allana quando o veículo em que eles estavam, uma Land Rover, saiu da pista na altura do km 614 da rodovia BR-153, entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás, e capotou no canteiro central por volta das 3h15.
A namorada do músico foi atirada para fora do veículo, não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do acidente.
Ele chegou a ser socorrido e levado em estado grave para o Hospital Municipal de Morrinhos, onde recebeu os primeiros atendimentos.
O cantor foi transferido de helicóptero para Goiânia, mas chegou ao Hospital de Urgência com morte encefálica.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber