Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

​Chinesa gasta US$ 1 mil para que 100 cães não fossem comidos

.

Chinesa salvou cerca de 100 cães - Foto: Bored Panda / Reprodução
Chinesa salvou cerca de 100 cães - Foto: Bored Panda / Reprodução

Uma professora aposentada chinesa viajou mais de 2,4 mil quilômetros e gastou cera de US$ 1 mil para evitar que 100 cachorros fossem comidos durante o Festival de Carne de Cachorro de Yulin, no país asiático. As informações são do Terra.

O evento, que deve ter cerca de 10 mil cães consumidos, foi condenado por organizações protetoras de animais e está mobilizando milhares de internautas que pedem o cancelamento da celebração. As informações são da Bored Panda.

Cerca de um milhão de pessoas assinaram um abaixo-assinado no site Change.org pedindo que o festival fosse cancelado. A hashtag #stopyulin2015 (parem Yulin 2015) circulou com força nas redes sociais. Mas isso não impediu que a festividade tivesse início neste sábado.

O Festival de Carne de Cachorro de Yulin é uma popular celebração que vem dos anos 90 e tem como objetivo comemorar o solstício de verão - dia mais longo do ano - com o consumo de milhares destes animais.

Comer carne de cachorro não é ilegal na China, mas não existe consenso sobre o quão tradicional é esta prática. Nas redes sociais chinesas, muitos usuários demonstraram preocupação pelo bem-estar dos animais consumidos em Yulin.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber