Mais lidas
Geral

Ataque do Boko Haram na Nigéria deixa ao menos 20 mortos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A milícia Boko Haram realizou ataques à cidade de Maiduguri, no nordeste da Nigéria, com explosões em vários locais e um atentado suicida a um movimentado mercado, que teria matado pelo menos 20 pessoas.
Segundo a Associated Press, as ações tiveram início nas primeiras horas da manhã, quando os moradores foram acordados com o barulho das explosões, de tiros e do caça destacado para proteger a cidade.
Por volta das 13h (9h em Brasília) desta terça (2), um homem-bomba detonou explosivos no mercado, causando a morte de comerciantes e turistas.
Segundo a agência Reuters, uma testemunha e um funcionário do hospital disseram que o número de mortos pode chegar a 50.
Mais de 30 pessoas já tinham morrido em ataques do Boko Haram no fim de semana.
Ao tomar posse na sexta-feira (29), o presidente Muhammadu Buhari prometeu erradicar a facção e anunciou que transferiria a sede militar da luta contra o Boko Haram de Abuja para Maiduguri. A cidade, que é capital do Estado de Borno, é o berço da facção extremista e a maior da região nordeste do país.
COMBATE
Ex-ditador e ex-general, o muçulmano Buhari deveria ter seu primeiro encontro com sua cúpula militar nesta terça (2) para definir possíveis mudanças na luta contra o Boko Haram. Na quarta, ele viaja para o Chade e o Níger, países cujas tropas ajudam no combate à milícia.
Buhari prometeu ainda fazer tudo o que for possível para resgatar com vida as mais de 200 meninas sequestradas em Chibok pelo Boko Haram em 2014.
"Não poderemos reivindicar a vitória sob o Boko Haram se não conseguirmos resgatar as meninas de Chibok e os inocentes mantidos reféns. Este governo fará tudo o que for possível para resgatá-las vivas", afirmou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber