Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

​Policial militar luta com assassino, mas é morto dentro de casa em Colégio

.

Cabo foi morto com dois disparos de arma de fogo - Foto: DB/Banda B
Cabo foi morto com dois disparos de arma de fogo - Foto: DB/Banda B

Um cabo da Polícia Militar foi assassinado dentro de casa no bairro Afonso Pena em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no início da noite desta terça-feira (19). Argeu Correia Souza, 35 anos, o Cabo Correia, foi morto com dois tiros. Investigação aponta que houve luta corporal antes dos disparos de arma de fogo. Não há sinal de arrombamento, o que indica que o assassino pode ser conhecido.

O crime aconteceu dentro da casa de Correia, que ficava dentro do Colégio Estadual Afonso Pena, na rua Mandirituba quase esquina com Almirante Alexandrino. Ele era o responsável por manter a segurança no local. Segundo informações da Polícia Militar, cabo Correia não tinha costume de faltar ao serviço e, como esteve ausente durante toda a terça-feira, uma equipe foi até a casa dele para saber o que tinha acontecido.

Os colegas o encontraram morto na cozinha da casa. A porta da casa não estava com sinais de arrombamento, nem as janelas danificadas. Tinha sinais de luta corporal e os ferimentos de arma de fogo atingiram o peito e a cabeça da vítima. De acordo com o subtenente Luiz do 17º Batalhão, onde o Cabo Correia também era lotado, a arma usada no crime pode ser a do próprio cabo.

“Às 17h50 fomos acionados e quando chegamos o encontramos morto. Pelo que a gente viu, o crime já tinha acontecido há horas. Ele é permissionário de uma escola estadual e cuidava aqui. Era um excelente policial, trabalhou comigo, sempre cumpriu muito bem as ordem. Chegou a informação de um homem que foi visto deixando a casa do cabo e isso vai ser investigado, até porque a arma dele não foi encontrada”, descreve.

Testemunhas afirmaram à Polícia Civil que, por volta da 1h30, viram um homem saindo da residência, possivelmente o autor do crime. Outras relataram ainda terem ouvido dos disparos de arma de fogo. O corpo do militar foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Delegacia de São José dos Pinhais investiga o caso.

Confira matéria completa AQUI

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber