Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

​Homem furta carne de hipermercado, tenta comover policiais, mas ficha suja não convence

.

Depois do homem que furtou carne para alimentar o filho em Brasília, história que comoveu o Brasil, um curitibano tentou fazer o mesmo na noite deste domingo (17).

Ele foi levado à delegacia com duas peças de fraldinha, avaliadas em mais de R$ 100, e a desculpa desta vez não convenceu.

“Ele quis nos passar a informação de que comprou a carne para o filho, mas o rapaz tem uma ficha suja e várias passagens, por isso a história não convenceu. Ele foi autuado em flagrante pelo furto e fica preso à disposição da Justiça”, descreveu à Banda B a sargento Márcia, da Polícia Militar (PM), de plantão no Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul.

Brasília

O caso semelhante que repercutiu nacionalmente envolveu o eletricista Mário Ferreira Lima, de 45 anos. Depois de se desesperar por não ter comida em casa e roubar em um mercado de Santa Maria, no Distrito Federal, sete quilos de carne para alimentar a família, a vida dele virou de cabeça para baixo. Desde então, ele ganhou as páginas de jornais. A visibilidade rendeu doações e um novo trabalho, na Gois Construtora. (As informações são do Estado de Minas)

Num primeiro momento, foi divulgado que o eletricista não tinha passagens pela polícia e também não tinha dinheiro para pagar a fiança arbitrada pela polícia, o que causou toda comoção. Depois, em reportagem do G1, foi revelado que Lima já tinha três antecedentes criminais por furto em comércio no estado de Goiás, todas de carne. Lima nega que tenha cometido os crimes, disse que realmente passa por necessidades e declarou que não quer comentar o assunto.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber