Mais lidas
Geral

Reino Unido critica intenção argentina de processar petroleiras nas Malvinas

.

BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) - O governo inglês reagiu nesta sexta (17) à iniciativa da Argentina de processar cinco empresas que exploram petróleo no litoral das Ilhas Malvinas.
O chanceler do Reino Unido, Philip Hammond, acusou o país de fazer uma "provocação escandalosa".
Segundo ele, os moradores da Ilha "têm direito de desenvolver suas próprias atividades econômicas, e a Argentina precisa por fim a este tipo de conduta e começar a atuar como um membro responsável da comunidade internacional".
Hammond reagiu à confirmação, pelo secretário argentino responsável pela questão das Malvinas, Daniel Filmus, de que a Argentina vai processar as empresas alegando que elas desrespeitam a legislação do país.
Em passagem por Londres, Filmus afirmou que o governo argentino está disposto a acionar a legislação local e também a internacional contra a atuação dessas empresas no litoral que a Argentina reivindica controle.
As empresas que deverão ser processadas pelo governo argentino são a Premier Oil, Falkland Oil and Gas, Rockhopper Exploration, Noble Energy e Edison International Spa.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber