Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Hillary Clinton anuncia que disputará Presidência dos EUA

.

Imagem de vídeo em que Hillary Clinton anuncia sua pré-candidatura à presidência dos Estados Unidos (Foto: Reprodução/YouTube/Hillary Clinton)
Imagem de vídeo em que Hillary Clinton anuncia sua pré-candidatura à presidência dos Estados Unidos (Foto: Reprodução/YouTube/Hillary Clinton)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ex-secretária de Estado Hillary Rodham Clinton anunciou neste domingo (12) que disputará a Presidência dos EUA pela segunda vez, pondo fim a dois anos de especulação e se colocando como a provável vencedora da nomeação do Partido Democrata para a disputa.
Em um vídeo, a ex-primeira-dama afirmou que "os americanos comuns precisam de um campeão". "Eu quero ser essa campeã."
A decisão de Hillary efetivamente dá início a uma das disputas menos concorridas entre os democratas na história recente --um amplo contraste com as primárias de 2008, quando Hillary, inicialmente favorita, acabou perdendo a nomeação após uma longa e cara batalha com Barack Obama.
Independentemente do resultado, a campanha de 2016 de Hillary abrirá um novo capítulo na extraordinária vida de uma figura pública que cativou e polarizou o país desde que seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, declarou sua intenção de concorrer à Presidência em 1991.
Hillary foi a coestrela do governo Clinton, a única primeira-dama a já ser eleita para o Senado dos EUA e uma diplomata que surpreendeu seu país ao servir fielmente sob um presidente que a derrotou.
Recentemente, Hillary enfrentou críticas após a descoberta de que usou um endereço privado de e-mail no cargo ministerial e que parte das mensagens não foi entregue aos arquivos públicos, como é de regra.
A informação veio à tona após o conteúdo do e-mail pessoal de Hillary ter sido incluído na investigação feita por uma comissão do Congresso americano de um atentado à embaixada dos EUA na Líbia, em 2012.
Essa investigação pode ser um problema para Hillary durante a campanha. Em 11 de setembro daquele ano, grupos invadiram o prédio e mataram o embaixador dos EUA na Líbia, Christopher Stevens, e mais três diplomatas.
Em mais de uma ocasião, Hillary disse que era ela a responsável pela segurança no local.
Hillary, que é filha de um pequeno comerciante e uma dona de casa, cresceu no subúrbio de Chicago e conheceu Clinton na Faculdade de Direito de Yale.
REPUBLICANOS
Do lado republicano, dois nomes já figuram entre os pré-candidatos: os senadores Ted Cruz, do Texas, ultraconservador, e Rand Paul, de Kentucky, um conservador libertário.
Mas muitos outros devem se candidatar à vaga, incluindo o ex-governador texano Jeb Bush --cujo pai e irmão já foram presidentes.
Se a eleição voltar a ser uma disputa entre um Clinton e um Bush, reviverá o debate sobre as poderosas dinastias políticas nos EUA.
Entre os democratas, as opções de candidaturas deverão ser menores. Hillary talvez dispute a nomeação com o ex-governador de Maryland Martin O'Malley e com o vice-presidente Joe Biden.
Muitos à ala mais esquerdista do partido defendem a candidatura da senadora de Massachusetts Elizabeth Warren, mas ela disse em entrevistas que não pretende concorrer.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber