Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Segundo atentado do dia no Egito mata mais sete pessoas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelo menos sete pessoas, entre militares e civis morreram neste domingo (12) após a explosão de um carro-bomba em uma delegacia da cidade de Al Arish, no norte da Península do Sinai, no Egito, de acordo com uma fonte das forças de segurança local.
O atentado deixou, além disso, outros 44 feridos. A agência de notícias egípcia "Mena" detalhou que o veículo furou uma barreira de segurança da delegacia e policiais tentaram impedi-lo, o que iniciou uma troca de tiros que também terminou com várias vítimas.
Este é o segundo atentado do dia na região, já que na manhã deste domingo (12) pelo menos cinco militares morreram e outros dois ficaram feridos devido à explosão de uma bomba também no norte do Sinai.
Os mortos são um oficial, um suboficial e quatro soldados que patrulhavam a estrada entre Al Kharuba e Karam al Kawadis como parte de sua "campanha para erradicar os terroristas", segundo um comunicado do exército egípcio.
Desde a queda do presidente islamita Mohammed Mursi, em julho de 2013, aumentou o número de ataques no Egito contra o exército e a polícia, sobretudo no Sinai.
Nesta península, que há anos é um foco de instabilidade, vários grupos jihadistas, entre eles Wilayat Sina e Aynad Masr, estabeleceram bases.
O primeiro, que jurou lealdade à organização terrorista Estado Islâmico (EI) e anunciou que o Sinai é mais uma província do califado, reivindicou vários atentados na região nos últimos meses.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber