Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Câmara susta norma do Ministério da Saúde que restringe mamografias

.

MÁRCIO FALCÃO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (25) um projeto de decreto legislativo que susta parte de uma portaria do Ministério da Saúde que, na prática, restringe o acesso ao exame de mamografia na rede pública de saúde.
O texto, que segue para análise do Senado, estabelece que esse tipo de exame seja oferecido a mulheres a partir de 40 anos, como determinava uma lei de 2008. A Portaria 1.253/12, do Ministério da Saúde, fixava que o procedimento seria liberado apenas para mulheres de 50 a 69 anos.
Os deputados estabeleceram ainda que o Fundo de Ações Estratégicas e Compensação, do governo federal, será a fonte de custeio para todos os exames. Segundo parlamentares, a conta desses procedimentos estava sendo paga pelos municípios.
Relatora da proposta, a deputada Gorete Pereira (PR-CE) criticou o governo afirmando que uma norma administrativa não pode contrariar um direito já expresso em lei.
"Não pode uma portaria revogar uma lei. A incidência do câncer já é muito grande a partir do 40 anos. Prevenir é mais barato do que tratar", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber