Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Casos de roubo registram queda pelo segundo mês consecutivo em São Paulo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os registros de roubos caíram tanto no Estado (-5,6%) como na cidade de São Paulo (-5,9%) em fevereiro deste ano, na comparação com fevereiro do ano passado.
É a segunda queda consecutiva --em janeiro, os roubos haviam diminuído 4,1% no Estado e 1,7% na capital, em relação a janeiro de 2014.
Os dados, divulgados pela Secretaria da Segurança nesta quarta (25), reforçam uma interrupção numa série de 19 altas seguidas de roubos que se arrastou de junho de 2013 a dezembro de 2014.
Os homicídios no Estado se mantiveram estáveis, com 330 casos registrados em fevereiro de 2015 e em fevereiro de 2014. Já na capital paulista, os homicídios subiram 8%, passando dos 86 casos registrados em fevereiro do ano passado, para os 93 registrados no mês passado.
ROUBOS
Uma das explicações da gestão Alckmin (PSDB) para a série de altas de roubos registrada entre 2013 e 2014 foi a delegacia eletrônica, que passou a permitir o registro de boletins de ocorrência de roubo em dezembro de 2013. Isso teria diminuído a subnotificação desse tipo de crime.
Como janeiro de 2014 foi o primeiro mês completo de funcionamento da delegacia eletrônica, o índice caiu em janeiro de 2015, pois o registro pela internet já havia "estabilizado", segundo o governo.
O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, deverá conceder entrevista coletiva nesta tarde para avaliar os dados.
No mês passado, Moraes ponderou que seria necessário que houvesse queda nos registros de roubos por, ao menos, três meses seguidos para configurar uma tendência de queda desse crime.
Em geral, especialistas em segurança pública também consideram necessário esperar mais tempo para determinar se há, de fato, uma tendência.
VEÍCULOS
Os roubos de veículos, que constituem um indicador à parte, também caíram tanto no Estado como na capital em fevereiro --27,3% e 29%, respectivamente.
Esse indicador vem caindo mês a mês desde junho do ano passado. O governo atribui o fenômeno à Lei dos Desmanches, que entrou em vigor em julho de 2014 e criou regras mais rígidas para a comercialização de peças usadas no Estado de São Paulo. Desde então, muitos desmanches foram fechados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber