Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Direita sai vitoriosa no 1º turno de eleição departamental da França

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A direita consagrou-se vencedora no primeiro turno das eleições departamentais da França deste domingo (22), desferindo um duro golpe no Partido Socialista, do presidente François Hollande.
De acordo com número preliminares, 31% dos votos foram para a coalizão formada pela UDI e UMP, sigla do ex-presidente Nicolás Sarkozy. A ultra direitista Frente Nacional, de Marine Le Pen, conquistou 26,3%. O PS, apenas 21,4%.
O resultado pode ser o prenúncio de uma alternância do partido no poder nas eleições presidenciais de 2017.
O segundo turno ocorrerá no próximo domingo, dia 29.
Logo após a divulgação dos primeiros resultados, o premiê Manuel Valls comemorou o fato de a extrema direita não ter conquistado o primeiro lugar, como algumas pesquisas de opinião indicavam, e pediu união contra a FN no próximo domingo.
Já Nicolás Sarkozy disse que o resultado mostra o desejo dos franceses de uma mudança de rumo no país.
A participação nas urnas surpreendeu: segundo o jornal "Le Point", 51% dos franceses votaram, um número considerado alto. Em 2011, a presença nas eleições departamentais foi de 45%.
MODELO INÉDITO
As eleições departamentais deste ano trouxeram mudanças estruturais complexas. Agora, os franceses devem eleger uma dupla de conselheiros para cada cantão - formada por um homem e uma mulher - para um mandato de seis anos.
O objetivo é dar paridade de gênero aos conselhos departamentais.
Antes, o eleitor apenas escolhia um representante por cantão, e a presença de mulheres nesses espaços era de apenas 14 %.
Para contrabalançar o aumento do número de representantes eleitos, a quantidade de cantões foi reduzida.
O cantão é uma divisão administrativa criada no século 18, com a Revolução, e que vinha aumentando nos últimos anos devido à crescente urbanização do território.
Em 2014, o país possuía 4.030 cantões, às vezes com grandes disparidades populacionais: alguns representavam apenas mil habitantes, outros mais de 50 mil.
Agora, cada cantão deve representar obrigatoriamente de 35 mil a 55 mil habitantes. Com isso, o número de cantões diminuiu para 2.054.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber