Mais lidas
Geral

Vice-presidente de Serra Leoa pede asilo aos EUA após ter casa cercada

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vice-presidente de Serra Leoa, Samuel Sam-Sumana, pediu asilo à embaixada dos EUA em Freetown, capital do país africano, depois que soldados cercaram sua casa.
Sumana foi expulso do partido APC (Congresso de Todas as Pessoas, na sigla em inglês), após uma investigação o acusar de tentar criar um movimento político contrário ao do presidente Ernest Bai Koroma, também do APC.
"Fugi da minha casa e estou com minha esposa em um lugar que não posso revelar, esperando uma resposta do embaixador americano, ao qual pedi asilo", disse Sumana à agência Reuters.
Um funcionário da embaixada disse à Reuters que o vice-presidente está no prédio. A informação não foi confirmada oficialmente. O governo de Serra Leoa não se pronunciou sobre o caso.
Em fevereiro, Sumana disse que ele iria colocar a si mesmo em uma quarentena de 21 dias após um de seus seguranças morrer de ebola.
Serra Leoa foi um dos países mais afetados pela epidemia de ebola. Casos da doença seguem sendo registrados, mas em ritmo menor do que no ano passado.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber