Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Acusado de estupro morre linchado ao ser retirado à força de prisão

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma multidão de milhares de pessoas linchou um homem acusado de estupro após tirá-lo à força da Prisão Central de Dimapur, no Estado de Nagaland, no noroeste da Índia, disse a polícia nesta sexta-feira (6).
Ao menos 20 pessoas ficaram feridas em confrontos com a polícia.
O grupo invadiu a prisão na tarde de quarta-feira (4) e arrastou para o lado de fora o réu Syed Farid Khan, acusado de cometer um estupro no dia 24.
Ele morreu por causa dos ferimentos provocados por pedradas e espancamento, segundo declarações do superintendente da polícia local, Meren Jamir, ao jornal indiano "Hindustan Times".
A multidão amarrou o corpo de Khan na Torre do Relógio de Dipamur, que ficou sob toque de recolher depois do incidente.
Na quarta, um grupo de pessoas queimou 20 lojas de estrangeiros para protestar pelo suposto estupro cometido por Khan, procedente da vizinha província de Assam.
O diretor-geral da polícia provincial, L.L. Doungel, classificou como "nefasta" a atual situação na cidade, de acordo com o jornal local "Indian Express".
O incidente aconteceu em meio a um período de polêmica na Índia, provocada por um documentário da "BBC" sobre o estupro e a morte de uma jovem em 2012, que inclui uma entrevista na qual um dos condenados, na prisão, culpa a vítima pelo incidente.
O estupro e a morte da jovem em 2012 desatou protestos sem precedentes no país asiático e forçou o governo a endurecer as penas por crimes sexuais, que desde então enchem as páginas dos jornais do país.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber