Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Líder volta à presidência de grupo xenófobo alemão

.

SÃO PAULO, SP - Lutz Bachmann foi reconduzido à presidência do grupo xenófobo alemão Pegida, um mês após renunciar ao cargo por conta de uma polêmica foto que publicou, na qual aparece imitando o líder nazista Adolf Hitler.
A reeleição de Bachmann à presidência do Pegida foi confirmada pela página do grupo no Facebook.
Segundo o "Sächsische Zeitung", Bachmann afirma que o bigode foi adicionado à foto original, embora isso não tenha sido dito quando a polêmica surgiu. Na ocasião, Bachmann alegou que tudo não passou de uma brincadeira.
"Ninguém teria acreditado na época", disse Bachmann ao "Guardian". "No momento era impossível refutar a montagem e, para evitar danos, eu renunciei à presidência. Mas nunca deixei a organização".
A foto se popularizou após o jornal "Dresden Morgenpost" publicá-la junto à reprodução de uma conversa entre Bachmann e um de seus contatos no Facebook, na qual ele descreve imigrantes como animais, ralé e lixo.
O Pegida ("Alemães Patrióticos contra a Islamização da Europa, na sigla em alemão) vem convocando manifestações semanais contra imigrantes desde outubro em Dresden.
Os protestos se espalharam para outras cidades e chamaram a atenção da mídia. O maior deles reuniu mais de 25 mil pessoas em janeiro.
O movimento, no entanto, tem se esvaziado por conta de discordâncias internas. A polêmica sobre a foto de Bachmann também contribui para a deterioração da imagem do grupo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber