Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Entretenimento

Favoritos Patricia Arquette e J. K. Simmons levam Oscar

.

Por sua performance como uma mãe texana em "Boyhood", rodado ao longo de 12 anos, Patricia Arquette levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante - Foto: entretenimento.r7.com
Por sua performance como uma mãe texana em "Boyhood", rodado ao longo de 12 anos, Patricia Arquette levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante - Foto: entretenimento.r7.com

GUILHERME GENESTRETI
SÃO PAULO, SP - Por sua performance como uma mãe texana em "Boyhood", rodado ao longo de 12 anos, Patricia Arquette levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante na 87ª edição do Oscar, em Los Angeles.
Já J.K. Simmons levou como melhor ator coadjuvante por seu papel como um professor de música autoritário em "Whiplash" Os prêmios foram apresentados na noite do último domingo (22).

Ambos os atores eram os favoritos em suas categorias. A atriz de 46 anos e o ator de 60 nunca haviam sido indicados. Em seu discurso de agradecimento, Arquette pediu equiparação salarial entre homens e mulheres em Hollywood, sendo bastante aplaudida por Meryl Streep na plateia.

"Whiplash" também venceu em melhor mixagem de som. Já "Birdman" venceu em direção de fotografia. Já em filme estrangeiro, o vencedor foi o polonês "Ida", de Pawel Pawlikowski. O longa aborda a história de uma noviça que descobre um segredo familiar ligado à ocupação nazista na Polônia.

Indicado a sete estatuetas, "O Grande Hotel Budapeste", de Wes Anderson, levou ao menos três delas: direção de arte, figurino e maquiagem, confirmando o favoritismo do longa em categorias técnicas. Em edição de som o prêmio ficou com "Sniper Americano", de Clint Eastwood.

A ficção científica "Interestelar" ganhou efeitos visuais. Na categoria de melhor animação, a produção da Disney "Operação Big Hero" saiu vencedora. "O Banquete", de Patrick Osborne, ganhou como melhor curta animado.

"The Phone Call", com os atores Sally Hawkins e Jim Broadbent no elenco, foi o vencedor na categoria de melhor curta-metragem. Já em documentário em curta-metragem deu "Crisis Hotline: Veterans Press 1", de Ellen Goosenberg Kent, sobre uma linha de assistência a veteranos de guerra americanos.

Até o encerramento desta edição, as principais categorias de atuação, além de melhor direção e melhor filme, não haviam sido anunciadas. "Boyhood", de Richard Linklater, e "Birdman", do mexicano Alejandro González Iñárritu, eram os favoritos ao prêmio principal.

Apresentador do Oscar pela primeira vez, o ator Neil Patrick Harris, da série "How I Met Your Mother" foi o anfitrião da noite. Começou a apresentação com um número musical que fez referências a filmes como "Dançando na Chuva" e "Instinto Selvagem".

Em cerimônia de pouco brilho e menos acontecimentos marcantes (como a selfie de Ellen DeGeneres de 2014), chamaram a atenção os números musicais, que tiveram participação de Tim McGraw, Adam Levine e Rita Ora.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Entretenimento

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber