Mais lidas
Geral

Terrorista distribuiu vídeo de mortes em mercado judaico de Paris, diz CNN

.

SÃO PAULO, SP - Amedy Coulibaly, o terrorista que matou quatro pessoas a tiros num mercado kosher em Paris no dia 9 de janeiro, teria gravado em vídeo sete minutos do ataque, segundo teria dito à CNN uma fonte nos serviços de inteligência dos Estados Unidos.
Segundo o repórter francês Eric Pelletier, as imagens incluiriam as mortes de três das vítimas. Antes de ser morto pela polícia, de acordo com fontes próximas à investigação, Coulibaly teria enviado por e-mail o vídeo a alguém.
"Há uma forte probabilidade de que o vídeo possa ter sido enviado a alguém, que não é um meio de comunicação tradicional", disse um investigador francês que teve acesso ao vídeo e teme que um dia ele venha à tona.
Amedy Coulibaly, 32, morreu após fazer vários reféns e executar quatro deles em um mercado de produtos kosher de Paris. Um dia antes, o jihadista havia matado uma policial em Montrouge.
O jihadista agiu em coordenação com Said e Cherif Kouachi, que mataram 12 pessoas na sede do jornal satírico parisiense Charlie Hebdo, na quarta-feira, e também integravam a lista negra dos EUA.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber