Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Emílio Ribas entra em reforma e redireciona atendimento de pacientes

.

SÃO PAULO, SP - O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, centro de referência para o tratamento de doenças infectocontagiosas, entre elas a Aids, vai passar pela maior reforma e ampliação da história do hospital a partir de segunda, 26. 

Serão dois novos edifícios, reformas gerais para conserto de vazamentos e revisão da parte elétrica, obras para reutilização da água da chuva, construção de poços artesianos, placas de aquecimento solar, 80 novos leitos e 30 unidades de terapia intensiva (UTI). 

O custo total será de R$ 140 milhões e as reformas devem ser finalizadas até o início de 2018. 

Com isso, o atendimento do hospital vai ficar comprometido e a orientação é que a população procure os Centros de Referência em DST/Aids ou um pronto-socorro. 

O Hospital Heliópolis e o Centro de Referência e Treinamento (CRT) em DST/Aids, na zona sul, também receberão pacientes encaminhados pelo instituto. 

O Emílio Ribas, entretanto, vai continuar a atender casos mais complexos.

As obras, segundo o hospital, são uma resposta ao aumento da demanda e do envelhecimento de seus pacientes. Dos sete mil soropositivos acompanhados pelo instituto, metade está acima de 50 anos e demanda cuidados crônicos -e, com isso, mais leitos. 

"Os pacientes estão vivendo mais e temos observado uma série de manifestações clínicas que não víamos no passado", afirma Luiz Carlos Pereira Júnior, diretor do Emílio Ribas. 

O diretor explica que há mais casos de diabetes tipo 2, problemas cardíacos e AVC (acidente vascular cerebral) dentre os pacientes acompanhados pelo instituto. 

Os indivíduos soropositivos, explica Pereira Júnior, mesmo os que controlam bem a doença, têm uma atividade imunológica elevada porque o corpo sempre vai lutar contra o vírus. 

"Então, esse indivíduo está sempre inflamado, e vai ter as doenças mais comuns do envelhecimento mais cedo", afirma o diretor. "O instituto está se preparando para essa demanda crescente." 

Além da reforma, o instituto abrirá em fevereiro edital para a contratação de mais médicos nas áreas de neurologia, endocrinologia e dermatologia. 

Outra medida para atender a demanda é a construção de salas especiais de cirurgia, capazes de se comunicar entre si, o que permitirá a realização de transplantes de doadores vivos no hospital. 


REDE HORA CERTA 

Nesta sexta, 23, a prefeitura de São Paulo, inaugurou primeira etapa da unidade da Rede Hora Certa em São Miguel Paulista. O projeto, vitrine da gestão Haddad na saúde, promete atendimento na hora certa e encaminhamento agilizado para especialidades. 

De início, a rede contará com 10 especialidades médicas, centro oftalmológico, realização de pequenas cirurgias e oferta de 15 exames de apoio diagnóstico. 

Até o final da gestão, o prefeito promete 32 unidades da Rede Hora Certa. Até agora, sete fixas e quatro móveis foram concluídas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber