Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Advogados que mataram e deram golpe milionário em mulher são presos

.

Os policiais civis da Delegacia de Pinhais, na Grande Curitiba, elucidaram um golpe de R$5,4 milhões contra uma mulher de 55 anos, assassinada, supostamente a mando de seus advogados. Um casal de advogados, um homem de 34 anos e uma mulher de 37 anos, além de um rapaz de 28 anos que serviu de “laranja” no golpe, já estão presos desde o último dia 14. Todos têm prisão temporária de 30 dias decretada. Um quarto indivíduo, Cláudio Fank, 42 anos, suspeito de participação no homicídio, segue foragido e está sendo caçado pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Fernando Zanoni, titular da Delegacia de Pinhais, no dia 29 de novembro último, Marisa Ester Navochale, 55 anos, foi morta em frente a sua residência, com três disparos de arma de fogo. Marisa era viúva e também tinha uma herança para receber de seu pai, também falecido. Ambos os inventários eram conduzidos pelo casal de advogados, que teria praticado o golpe contra a mulher. Depois que ela descobriu que estaria sendo enganada, passou a ser ameaçada de morte, registrou oito boletins de ocorrência e acabou sendo morta, aumentando ainda mais a desconfiança em relação ao casal de advogados.

Marisa desconfiava que o advogado teria se apropriado indevidamente de dois imóveis dela, uma casa no bairro Guabirotuba, avaliada em R$ 400 mil e um terreno na Rua Chile, onde funciona um estacionamento, avaliado em R$ 5 milhões. “Ele simulou a venda para dois “laranjas” do casal, usando uma procuração com poderes ilimitados, que a vítima alegava que não tinha conhecimento, ou porque não assinou ou porque teria sido ludibriada para assinar”, contou o delegado.

Os advogados então usaram os “laranjas” para simular os negócios, para que Marisa não descobrisse. De acordo com o delegado, a falsidade está comprovada e já foi confessada pelos próprios envolvidos, que inclusive foram presos na casa do Guabirotuba, onde estavam morando.

Durante os desentendimentos com o advogado, Marisa foi alertada que o foragido Cláudio Fank, 42 anos, estaria tramando sua morte, a mando do advogado. Existe inclusive uma conversa gravada na qual o Fank combina a morte da vítima, motivo pelo qual, disse o delegado, que a prisão de Fank será fundamental para o esclarecimento do crime.

Foto: Foragido é procurado pela
polícia (Foto: Divulgação Polícia Civil)



Informações sobre o paradeiro de Fank podem ser repassadas para a Delegacia de Pinhais pelo (41) 3665-5250.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber