Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Projeto limita uso do Enem em seleção para universidades públicas

.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mais de 6 milhões de candidatos aguardam a divulgação, nesta terça-feira (13), dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com um número crescente de instituições públicas oferecendo suas vagas exclusivamente pelo Enem, um projeto em tramitação no Senado busca garantir a sobrevivência de processos seletivos próprios, com valorização da realidade regional e das peculiaridades de cada curso superior.

O PLS 165/2014, do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), limita a 60% a oferta de vagas pelo Enem. As vagas restantes, segundo o texto, seriam destinadas a processo seletivo de iniciativa da própria instituição, realizado em data anterior ao exame nacional. Esse processo levaria em conta "conhecimentos, habilidades, aptidões e valores relacionados à realidade regional e apropriados a cada curso".

Segundo Cássio, o Enem, apesar de apresentar várias vantagens, tem se mostrado "mais e mais competitivo" e com questões de "maior dificuldade objetiva", o que exige a elaboração de critérios mais democráticos de acesso aos cursos de graduação das instituições públicas.

Na justificação da proposta, o senador apresenta um sistema complexo, chamado de Banco de Avaliação, que envolveria uma avaliação seriada (em três anos) com base em exames unificados estaduais e no Enem. As escolas, públicas ou privadas, teriam de aderir ao modelo por convênio. Ele esclarece que o sistema não seria de adoção obrigatória.

O projeto, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), tramita na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), onde aguarda relatório da senadora Ângela Portela (PT-RR). Depois deve passar pelo exame da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber