Mais lidas
Geral

Artista plástico Ruben Esmanhotto morre em acidente de moto

.

Artista plástico Ruben Esmanhotto morre em acidente de moto - Foto: Divulgação / Arnaldo Alves
Artista plástico Ruben Esmanhotto morre em acidente de moto - Foto: Divulgação / Arnaldo Alves

 O artista plástico curitibano Ruben Esmanhotto, de 60 anos, morreu na tarde de domingo (11) no Hospital Evangélico, na capital, após sofrer um acidente de moto no Centro da cidade.

O acidente aconteceu por volta das 13h30 no cruzamento das ruas Emiliano Perneta e Brigadeiro Franco, quando um ônibus colidiu contra a moto de Esmanhotto. O pintor foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Evangélico, onde deu entrada às 14h20, já entubado, mas não resistiu e morreu por volta das 15h40, após uma parada cardiorrespiratória.

Carreira - Um dos principais artistas plásticos paranaenses, Ruben Esmanhotto produziu um conjunto aproximado de três mil obras. Em dezembro, o artista havia lançado um livro comemorativo aos seus 40 anos de carreira como pintor.

Em entrevista à Gazeta do Povo no início do mês, o artista disse que pretendia também fazer uma exposição individual comemorativa em 2015, que contemplaria obras conhecidas e quadros inéditos. Conhecidas pelos cenários misteriosos, suas criações retratavam casarões antigos da capital e outros elementos, como natureza-morta e ambiente marinho.

Desde que começou a pintar, em 1975, Esmanhotto já apresentou quadros em 24 exposições coletivas, inclusive internacionais, como na França e no Japão. Das 20 individuais, a última foi em 1998, no Memorial de Curitiba. Na entrevista ao jornal, Esmanhotto expressou satisfação ao analisar o conjunto de sua obra e o desejo de continuar evoluindo como artista. “Eu não lido com pessoas, mas lido com psiquê de objetos, e encontrar uma solução que equilibra é o grande prazer”.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber