Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Servidores de universidades públicas fizeram protesto na reitoria da USP

.

RICARDO AGUIAR
SÃO PAULO, SP - Uma nova manifestação relacionada à greve dos servidores das três universidades públicas estaduais (Unesp, Unicamp e USP) ocorreu nesta quarta-feira (2) em frente à reitoria da USP.
O ato teve a participação da FNL (Frente Nacional de Luta). Eles se uniram ao Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP) para prestar apoio aos funcionários das universidades. Cerca de 330 representantes do movimento chegaram à capital paulista após marcharem pelo interior do estado.
"Havíamos recebido ontem [terça-feira] um comunicado da reitoria da USP de repressão ao movimento", disse Magno de Carvalho, diretor do Sintusp. "Porém, eles mudaram de postura e aceitaram receber e alojar os representantes do FNL".
Os trabalhadores estão em greve desde o dia 27 de maio e protestam contra a proposta dos reitores de não conceder reajuste salarial à categoria neste momento. O reajuste pedido por eles é de 9,78%. Os servidores, tradicionalmente, ganham reajuste em maio - em 2013, por exemplo, foi de 5,39%.
Nesta quinta-feira (3), os trabalhadores da USP, juntamente com o FNL e os metroviários, pretendem se reunir às 9 horas da manhã no Largo da Batata e ir rumo à Avenida Paulista às 10 horas. Na pauta dos manifestantes está defender a reforma agrária e moradia para os sem-teto. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber