Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Pastor é suspeito de abusar sexualmente de fiéis

.





SÃO PAULO, SP, 8 de maio (Folhapress) - O pastor Marcos Pereira da Silva, 56, presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, foi preso por policiais civis na noite de ontem, na rodovia Presidente Dutra, altura de São João de Meriti, Baixada Fluminense, suspeito de abusar sexualmente de seis fiéis, entre elas, sua ex-mulher.

Os crimes teriam acontecido no apartamento que ele morava em Copacabana, zona sul. O imóvel, que fica na avenida Atlântica em frente à praia de Copacabana, está avaliado em R$ 8 milhões. Os abusos também aconteciam, segundo a polícia, na igreja, localizada na Baixada Fluminense.

No momento em que foi preso, o pastor estava acompanhado de um homem e duas mulheres em um Passat. Eles seguiam para Copacabana, segundo a polícia.

"As provas de estupro contra o pastor são convincentes. Nós temos 30 depoimentos no inquérito com denúncias contra ele", disse o delegado titular da Dcod (Delegacia de Combate às Drogas), Márcio Mendonça.

A investigação ficou a cargo da Dcod após denúncia de um representante do Afroreggae, há um ano, de que o pastor teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Segundo a polícia, Marcos Pereira também é investigado por quatro homicídios, lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas.

De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, o pastor aproveitava momentos a sós com fiéis para abusar sexualmente delas.

"Ele falava que elas estavam endemoniadas e tinham que lavar seus corpos com ele para se livrarem do mal. Usava momentos de vulnerabilidade das vítimas para se aproveitar e ainda praticava orgias com elas - em atos sexuais com mulheres e homens", diz o delegado.

A reportagem da Folha de S.Paulo não teve acesso ao depoimento do pastor à polícia. A defesa dele não foi localizada pela reportagem para comentar o assunto.
 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber