Geral

Executiva aceita falar ao Parlamento sobre grampos de jornais britânicos

Da Redação ·
 Executiva aceita falar ao Parlamento sobre grampos de jornais britânicos
fonte: AP
Executiva aceita falar ao Parlamento sobre grampos de jornais britânicos

Rebekah Brooks, diretora de jornais do grupo News Com, do magnata da mídia Rupert Murdoch, aceitou comparecer na próxima terça-feira (19) diante de uma comissão do Parlamento britânico para esclarecer o escândalo dos grampos telefônicos praticados pelas publicações do grupo.

continua após publicidade


Murdoch, convocado formalmente, disse que não poderá comparecer, e que seu filho, James, diretor do braço britânico da News International, poderá, mas apenas em agosto, informou a Comissão de Cultura, Mídia e Esporte do Parlamento nesta quinta-feira (14).


Eles já haviam recusado uma primeira convocação. O comitê afirmou que vai tentar, legalmente, obrigar os dois a deporem.

continua após publicidade


Rebekah, que é amiga do premiê britânico, David Cameron, foi duramente criticada por seu papel no escândalo de escutas ilegais de autoridades que sacode o Reino Unido nas últimas semanas. Ela recusou-se a renunciar ao cargo e insiste em que não sabia dos crimes.