Geral

Preso suspeito de matar taxista em SP

Da Redação ·

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que uma pessoa foi presa nesta manhã suspeita de ter matado o taxista Eduardo Alves Pereira, no último sábado, depois de um assalto.

continua após publicidade


O taxista, de 36 anos, esperava uma passageira que levaria ao Aeroporto de Congonhas quando três homens o abordaram. Os criminosos chegaram em dois veículos também roubados: um outro taxi e um carro de passeio. De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia encontrou dentro do carro da vítima uma carteira com vários cartões, R$ 52 e um aparelho celular.


Protesto
Após o assassinato de Pereira, cerca de 400 taxistas realizaram um protesto na manhã de ontem na Praça Charles Miller, no Pacaembu, contra a violência sofrida pela categoria. Depois da manifestação, a SSP afirmou que será reforçado o esquema de segurança para os taxistas.