Geral

Richa assina convênios para construção de mais 911 casas

Da Redação ·
Beto Richa assina convênios para construção de mais 911 casas
fonte: AEN
Beto Richa assina convênios para construção de mais 911 casas

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), assinou ontem (4) à tarde, no Palácio das Araucárias, convênios para a construção de 911 unidades habitacionais em dez municípios paranaenses. Serão beneficiadas cerca de 4.500 pessoas. As novas casas fazem parte do Morar Bem Paraná, programa que define a nova política habitacional do Estado e que garantirá o atendimento a 100 mil famílias até 2014.

continua após publicidade

“Temos trabalhado forte para transformar o Estado numa referência nacional e o investimento na área habitacional faz parte desse esforço. Queremos oferecer às famílias paranaenses condições dignas de vida”, disse o governador, que destacou a importância da parceria com a Caixa Econômica Federal para a execução do programa habitacional.

Richa afirmou que a expectativa de entregar 25 mil unidades habitacionais por ano deverá ser superada. “Já temos as obras de 22 mil unidades bem encaminhadas e elas logo serão entregues. Com isso, possivelmente, vamos ultrapassar a meta para 2011”, disse.

continua após publicidade

MUNICÍPIOS – As cidades que receberão as novas unidades são Boa Esperança com 66 moradias, Floraí com 97, Indianópolis com 128, Itaguajé com 57, Manoel Ribas com 141, Mercedes com 48, Paraíso do Norte com 95, São Jorge do Patrocínio com 48, além dos municípios de Ampére, com 131, e Dois Vizinhos, com 100.

Nos primeiros oito municípios, a Cohapar irá disponibilizar os terrenos, os projetos e prestará a assessoria técnica, social e jurídica, enquanto as prefeituras ficarão responsáveis pela execução da obra. Os recursos são provenientes do governo federal e serão repassados pela Caixa Econômica Federal (CEF). As obras já foram licitadas e aguardam as prefeituras executarem os empreendimentos.

Nas cidades de Ampére e Dois Vizinhos a Cohapar oferecerá assessoria nas áreas técnica, social e jurídica. A prefeitura deve promover a contratação do empreendimento junto à Caixa e fica responsável pela execução da obra, que será realizada nos terrenos cedidos pelas prefeituras. Nesses empreendimentos, os recursos financeiros são provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal.

continua após publicidade

Edson Ratti, prefeito de Floraí, disse que as 97 moradias vão ajudar a diminuir o déficit habitacional elevado do município. “É um sonho antigo dos nossos moradores, que se concretiza com essas parcerias. Vamos avançar nas obras para entregá-las o quanto antes à população”, disse o prefeito. Floraí também foi beneficiada pela liberação, na semana passada, de recursos do governo estadual para o transporte escolar. O valor será destinado à manutenção da frota e aquisição de combustível para os veículos que transportam as crianças da área rural para a urbana.

DIAGNÓSTICO – O governo do Paraná realiza um diagnóstico junto às prefeituras para mapear as áreas de risco e as prioridades habitacionais. O presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Mounir Chaowiche explica que 140 cidades já tiveram suas ocupações irregulares inspecionadas.

“Queremos dar atenção especial à população das cidades. Estamos para fechar um diagnóstico que mostrará as localidades que necessitam de urgência na área da habitação. Nossa prioridade será atender as regiões com risco social e de catástrofe”, disse Mounir.

Acompanharam o evento prefeitos, vereadores, secretários de Estado e os deputados estaduais Adelino Ribeiro, Elio Rusch, Evandro Junior, Jonas Guimarães, Leonaldo Paranhos, Rasca Rodrigues e Rose Litro.