Geral

Suspeito de matar Glauco deve prestar novo depoimento nesta sexta-feira

Da Redação ·
O depoimento não tem relação com os crimes ocorridos em Osasco
fonte: Christian Rizzi/Agência de notícias Gazeta do Povo/AE
O depoimento não tem relação com os crimes ocorridos em Osasco

O suspeito de assassinar o cartunista Glauco Vilas Boas e o filho dele, Raoni, irá prestar novo depoimento na manhã desta sexta-feira (19) na sede da Polícia Federal de Foz do Iguaçu (PR).

continua após publicidade

O depoimento está previsto para ocorrer entre às 9h e 10h, logo após a chegada do advogado de Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, Gustavo Badaró, ao local

O depoimento desta sexta não tem relação com os crimes ocorridos em Osasco, na Grande São Paulo, nem com a tentativa de homicídio contra um agente da Polícia federal em Foz do Iguaçu. A polícia investiga outra tentativa de assassinato cometida pelo jovem, desta vez contra policiais rodoviários federais de Santa Terezinha do Itaipu.

continua após publicidade

O delegado Marcos Paulo Pimentel disse que o novo depoimento vai servir para esclarecer a “eventualidade de outra tentativa de homicídio”. Quando ele passou em alta velocidade pela última barreira policial antes de chegar à aduaneira para cruzar os países, no domingo (14), agentes da Polícia Rodoviária Federal de Santa Terezinha deram início a uma perseguição.

De acordo com o agente rodoviário Reginaldo Júnior, foram ouvidos cerca de 15 disparos dados pelo jovem contra os policiais. Seis deles atingiram a viatura da equipe, um o para-brisa. Ninguém ficou ferido. Depois disso, os policiais abandonaram a perseguição por causa do movimento intenso de carros na região.

Ainda segundo o delegado, após isso, Cadu teria seguido caminho e rodado por cerca de uma hora por uma favela em Foz do Iguaçu até tentar cruzar a ponte da Amizade.