Geral

Polícia investiga sumiço de amigas em favela no RJ

Da Redação ·
A Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro aguarda os dados da quebra do sigilo telefônico de Luana Rodrigues de Souza, de 20 anos, para desvendar o desaparecimento dela e de uma amiga identificada como Andressa na Favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul da cidade, no dia 9. Mesmo sem a confirmação oficial das mortes, os pais de Luana já celebraram uma missa em memória da filha. A polícia recebeu a informação dos moradores da Rocinha de que as duas foram executadas por traficantes e os corpos carbonizados. A motivação do crime não está clara, mas a polícia investiga se Luana, que namorava um morador da Rocinha, também iniciou uma relação com um policial militar.
continua após publicidade